Bebê é encontrado morto dentro de casa com suspeita de asfixia em LEM

 

Um bebê de um ano e 23 dias foi encontrado morto em Luís Eduardo Magalhães, na região oeste da Bahia, na noite de segunda-feira (16). Conforme Leonardo de Almeida Mendes Júnior, delegado titular da cidade, apesar da criança apresentar marcas de violência, a suspeita é de que a morte tenha ocorrido por asfixia.

Segundo o delegado, a morte da criança ocorreu em casa, na Rua Santa Cruz. Ao perceber que a criança estava sem os sinais vitais, a mãe, que tem cerca de 30 anos, chamou atendimento do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu).

“Nós tomamos ciência do caso por uma equipe do Serviço de Atendimento Médico de Urgência (Samu). Eles não prestaram atendimento, mas acionaram a gente já informando do óbito. Os policias então foram até o local e levaram o corpo para a UPA”.

Ainda de acordo com o delegado, as marcas de violência na criança foram constatadas pelo médico de plantão da unidade.

“Até então, entendíamos que é era uma morte natural, porque não aparentava sinais de morte violenta. Mas, já na UPA, depois de tirar as vestimentas do bebê, o médico identificou as marcas. Tinha ferimentos na região do pescoço, além de sangramento na narina”, disse o delegado, que informou ainda que o corpo da criança foi levado para o Departamento de Polícia Técnica (DPT).

O delegado disse também que aguarda a versão oficial do laudo pelo DPT para entender as causas da morte. Até esta quarta-feira (18), ninguém da família havia sido ouvido pela polícia. Os depoimentos devem ocorrer ao longo da semana.

 

Fonte: Barreiras Notícias

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *